“Rezar para que as vítimas do tráfico de pessoas, da prostituição e da violência sejam recebidas com generosidade.”

O Santo Padre, Papa Francisco, pede em “O Vídeo do Papa” de fevereiro de 2019 que rezemos pedindo a generosidade de hospedar as vítimas do tráfico de pessoas, da prostituição e da violência.

(Cidade do Vaticano, 7 de fevereiro de 2019) – Nós os vemos diariamente nos noticiários e na imprensa. Nós os chamamos de migrantes econômicos, refugiados, clandestinos, deslocados, menores abandonados, caravanas, ou de outra forma, esquecendo muitas vezes que são pessoas.

Eles são milhões, obrigados a fugir diariamente de suas terras, devido à guerra, à fome, às perseguições políticas, religiosas, ou às situações de pobreza extrema, enfrentando abusos de todo tipo. O que em contrapartida não vemos são as organizações criminosas que lucram com isso, escravizando homens, mulheres e crianças, laboral ou sexualmente, para o comércio de órgãos, para fazê-los mendigar ou entrar na delinquência.

Em “O Vídeo do Papa” de fevereiro, Francisco nos recorda que a escravidão “não é coisa de outros tempos” e que ” não podemos lavar as mãos se não quisermos ser, de certa forma, cúmplices destes crimes contra a humanidade “.

Em colaboração com Talitha Kum, a rede mundial da vida consagrada comprometida contra o tráfico de pessoas, a seção de “Migrantes e Refugiados” do Dicastério para o Desenvolvimento Humano Integral, a Academia Pontíficia de Ciências, o Servico Jesuíta aos Refugiados e o Apostolado do Mar, a Rede Mundial de Oração do Papa se junta à jornada mundial de oração e reflexão contra o tráfico de pessoas, com a hashtag #JuntosContraOTráficodePessoas.  Comemorado em 8 de fevereiro, dia em que morreu Santa Josefina Bakhita, Francisco nos convida a rezar “pelo acolhimento generoso das vítimas do tráfico de pessoas, da prostituição forçada e da violência “.

Por sua parte, Pe. Frédéric Fornos, SJ, diretor internacional da Rede Mundial de Oração do Papa, afirmou: “frente a esta tragédia humana, frente a tanto sofrimento, desamparo e angústia de homens, mulheres e crianças que são vítimas do tráfico de seres humanos e da escravidão, frequentemente no contexto da migração, o que podemos fazer? Denunciar nossa cumplicidade, mas também rezar. O grito da oração, aquele que vem do coração e do qual os salmos são o eco”. Pe. Fornos também recordou que faz uns dias a seção “Migrantes e Refugiados” do Dicastério para o Desenvolvimento Integral apresentou dois documentos importantes para ajudar na luta contra toda forma de tráfico humano: “Não são discursos. Esses documentos são um forte chamado a mudar a sociedade e propõem ações concretas para toda a Igreja. O Papa Francisco está fortemente comprometido com a luta contra este flagelo em suas diversas expressões”.

O Vídeo do Papa é possível por causa da contribuição espontânea de muitas pessoas. Neste link você pode fazer a sua doação.

Onde você pode ver o video?

Sobre O Vídeo do Papa

O Vídeo do Papa é uma iniciativa oficial de alcance global que tem como objetivo difundir as intenções de oração mensais do Santo Padre. É desenvolvida pela Rede Mundial de Oração do Papa (Apostolado da Oração). O projeto conta com o apoio do Vatican Media. Mais informações em: https://www.thepopevideo.org/?lang=pt-br

Sobre a Rede Mundial de Oração do Papa

A Rede Mundial de Oração do Papa é uma obra pontifícia. Tem como missão mobilizar os cristãos, pela oração e pela ação, para os desafios da humanidade e da missão da Igreja. Estes desafios, discernidos pelo Papa, exprimem-se sob a forma de intenções de oração que ele confia a toda a Igreja. Foi fundada em 1844 como Apostolado da Oração, atualmente está presente em 98 países e mais de 35 milhões de católicos participam, incluindo seu grupo de jovens, o Movimento Eucarístico Jovem. O Papa constituiu este serviço eclesial como uma Obra Pontifícia e aprovou os seus novos estatutos em Março de 2018. O seu director internacional é o P. Frédéric Fornos, S.J. Mais informações em: https://www.popesprayer.va/pt-pt/

Sobre a secção Migrantes e Refugiados

A Secção Migrantes e Refugiados é um pequeno departamento pastoral da Santa Sé, orientado pessoalmente pelo Papa Francisco, cujo objetivo é ajudar a Igreja, a nível mundial, a acompanhar pessoas vulneráveis que se encontram deslocadas, incluindo aquelas forçadas a deixar as suas terras devido a conflitos, desastres naturais, perseguição, pobreza extrema, refugiados e vítimas de tráfico humano. Mais informação em https://migrants-refugees.va

Sobre Talitha Kum

Talitha Kum é uma rede internacional contra o tráfico de pessoas, fundada em 2009 pela União Internacional de Superiores Gerais, em Roma (UISG). É constituída por 43 redes locais/regionais, abarcando 77 países. Nela estão envolvidos aproximadamente 2.000 religiosos e religiosas e seus colaboradores. A missão de Talitha Kum é acabar com o tráfico de pessoas, através de ações integradas orientadas sobretudo para a prevenção, proteção e reabilitação social. Mais informação em: https://preghieracontrotratta.org

Contato de Imprensa

Juan della Torre – La Machi – Comunicação para boas causas
juan.dellatorre@lamachi.com – Skype: juang.dellatorre
Barcelona: +34 931 936 912 – Buenos Aires 60, 2º 2º.
Buenos Aires: +54 911 2293 2002.  Zabala 1551.
Roma: +39 06 94800 259. Via Boezio 45, 4º.
www.lamachi.com          facebook.com/agencialamachi     @AgenciaLaMachi

Lidia Magni – Sección Migrantes & Refugiados – Dicasterio para el Desarrollo Humano Integral
media@migrants-refugees.va  + 39 33 526 4840
www.migrants-refugees.va           facebook.com/MandRSection          @M_RSection

Sor Gabriella Bottani – Talitha Kum
coordinator@talithakum.infio      +39 333 120 7842
www.thalithakum.info    facebook.com/talithakumnetwork       @UISGRoma

Download doc