O Papa Francisco celebra os 175 anos da sua Rede Mundial de Oração e os 10 anos do seu processo de recriação

Nos dias 28 e 29 de junho, o Apostolado da Oração, hoje Rede Mundial de Oração do Papa, celebrou 175 anos na Cidade do Vaticano, juntamente com o Santo Padre e mais de 5.000 convidados, num Encontro Internacional.

(1 de julho, Cidade do Vaticano) – A Rede Mundial de Oração do Papa (Apostolado da Oração), que inclui o Movimento Eucarístico Juvenil (MEJ), vestiu-se de festa nos dias 28 e 29 de junho para comemorar uma ocasião especial: os 175 anos da sua fundação (no próxima dia 3 de dezembro de 2019) e, de modo particular, os 10 anos do início do seu processo de recriação. O aniversário celebrou-se na Cidade do Vaticano com um Encontro Internacional no qual participaram 52 delegações provenientes dos cinco continentes, totalizando mais de 5.000 pessoas. O Papa Francisco também marcou presença, no primeiro dia, para acompanhar os fiéis neste evento especial e rezar com eles pelos desafios da humanidade e da missão da Igreja que confia mensalmente à sua Rede de Oração.

A direção e coordenação geral deste evento de dois dias esteve a cargo do P. Frédéric Fornos, SJ – Diretor Internacional da Rede Mundial de Oração do Papa, nomeado pelo Santo Padre em 2016 – e da sua equipa internacional. Este aniversário comemora, além dos 175 anos de história, os 10 anos desde que se iniciou o processo de recriação do Apostolado da Oração, aprovado pelo Papa Francisco há cinco anos. Hoje, este serviço da Santa Sé, confiado à Companhia de Jesus, é uma obra pontifícia.

A celebração coincidiu com duas festas especiais do ano litúrgico: a 28 de junho foi a solenidade do Coração de Jesus – fundamento espiritual da Rede de Oração para uma missão de compaixão pelo mundo – e a 29 de junho comemorou-se a solenidade conjunta de São Pedro e São Paulo, os dois apóstolos de referência para a Rede Mundial de Oração do Papa e da sua seção juvenil, o MEJ. São Francisco Xavier e Santa Teresinha do Menino Jesus são os seus padroeiros.

28 de junho – Encontro Internacional com o Papa: “O coração da missão da Igreja é a oração”

Para inaugurar este aniversário, no dia 28 de junho, escolheu-se a Solenidade do Coração de Jesus, festa anual da Rede Mundial de Oração do Papa. A organização do evento convidou cada equipa nacional a acompanhar, a partir do próprio país, a referida celebração durante estes dois dias de junho, ou a deslocar-se a Roma para se unir em oração e alegria a todos os fiéis. A adesão das diferentes regiões foi enorme e estiveram presentes delegações da Europa, América, África, Sul da Ásia e Ásia-Oceânia.

O Encontro Internacional abriu as portas da Aula Paulo VI às diferentes delegações que integram a Rede Mundial de Oração do Papa, na sexta-feira, 28 de junho, pouco depois das 08h00. às 10h00, o P. Frédéric Fornos, SJ, deu as boas vindas aos participantes e, de seguida, foi apresentado um vídeo institucional da Rede de Oração, no qual representantes de todo o mundo reafirmaram o seu compromisso em mobilizar os católicos para a oração e a ação e responder aos desafios da humanidade e da missão da Igreja. De seguida, foi apresentado o Movimento Eucarístico Juvenil (MEJ): este movimento internacional de formação cristã para crianças e jovens, presente em muitas paróquias, participa ativamente na dinâmica de oração e serviço que carateriza toda a Rede de Oração, ajudando a crescer na amizade com Jesus. Depois da partilha de um vídeo do MEJ, representantes das regiões dos Estados Unidos, Paraguai e França deram a conhecer a sua experiência através de vídeos, cânticos e apresentações diversas. O Brasil e representantes de vários países africanos contribuíram com os seus testemunhos sobre o processo de recriação do Apostolado da Oração. Particularmente apreciada foi a participação da Rede italiana com a Escola Nacional de Coreografia. Após terem sido recordados os projetos “O Vídeo do Papa” e “Click To Pray”, que fazem parte desta recriação, foi apresentada uma iniciativa destinada a consolidar o itinerário de formação da Rede Mundial de Oração do Papa: “O Caminho do Coração”, com o seu site web e a aplicação móvel.

Pelas 12h00, depois de uma breve introdução do P. Frédéric Fornos, SJ, e com a presença do P. Arturo Sosa, SJ, Superior Geral da Companhia de Jesus, o Papa Francisco uniu-se à celebração dos 175 anos da sua Rede de Oração e dos 10 anos da sua refundação. Representantes de seis delegações deram ao Papa o seu testemunho sobre a alegria e a experiência profunda que viveram rezando pelas suas intenções e descobrindo o Caminho do Coração. Francisco, depois de escutar e saudar cada um deles, agradeceu o imenso trabalho do seu serviço e confirmou a sua Rede de Oração no “fundamento da sua missão: a compaixão pelo mundo”. No seu discurso, recordou aos presentes que “o coração da missão da Igreja é a oração”. Não esqueceu, além disso, a Companhia de Jesus, pela sua doação e compromisso ao longo de tantos anos, e agradeceu especialmente a “dedicação e criatividade” do P. Frédéric Fornos, SJ.

De seguida, e talvez num dos momentos mais importantes da jornada, conseguiu criar, na Aula Paulo VI, um imponente clima de silêncio e recolhimento, depois do qual aproveitou para rezar com todos os presentes a oração dos 175 anos da Rede pelas suas intenções de oração e da missão da Igreja.

Já depois das 13h15m, Encontro chegou ao fim e Francisco retirou-se da Aula Paulo VI saudando com alegria todos os presentes.

28 de junho – Missa em São João de Latrão

A comemoração dos 175 anos da Rede Mundial de Oração do Papa continuou com uma celebração eucarística na Arquibasílica de São João de Latrão – a catedral da diocese de Roma. A Missa começou às 19h00 e foi presidida pelo P. Arturo Sosa, SJ, Superior Geral da Companhia de Jesus, tendo concelebrado os coordenadores continentais da Rede de Oração. O P. Frédéric Fornos, SJ, pronunciou a homilia, na qual salientou que o Caminho do Coração é uma escola de misericórdia que nos transforma para assumir uma missão de compaixão pelo mundo. “Assim se resume a nossa missão”, observou o Diretor Internacional. “Ter o olhar e os gestos de Jesus para com os outros, para com o mundo, oferecendo a nossa vida. E assim, com a nossa oração (que já é um modo de amar), levar os homens e as mulheres, e os desafios do nosso tempo, ao Coração de Jesus, uma missão de compaixão pelo mundo.

A Eucaristia terminou às 20h30m.

29 de junho – Encontro de diretores nacionais da Rede Mundial de Oração do Papa

O segundo dia das celebrações congregou, num encontro histórico, os diretores e coordenadores nacionais da Rede Mundial de Oração do Papa e da sua secção juvenil (MEJ), que se reuniram às 09h30m na sede da Cúria Geral da Companhia de Jesus, em Roma.

Os convidados estiveram reunidos até às 12h00, tendo partilhado os diversos projetos em desenvolvimento, com o objetivo de consolidar o processo de recriação da Rede de Oração e, ao mesmo tempo, para aprofundar o seu fundamento espiritual: o Caminho do Coração. Trocaram-se experiências, desafios e o modo de trabalhar nas diferentes regiões.

O final do encontro contou com a presença do P. Arturo Sosa, SJ, Superior Geral da Companhia de Jesus, que agradeceu a todos os presentes por este processo de recriação impulsionado, desde 2009, pelo anterior Superior Geral, P. Adolfo Nicolás, SJ. Reafirmou também o apoio da Companhia de Jesus a esta obra pontifícia, assinalando o seu carácter de abertura na missão de compaixão pelo mundo.

29 de junho – Festa do MEJ: “Unidos no Teu amor”

Na tarde de sábado, 29 de junho, foi a vez de a secção juvenil da Rede Mundial de Oração do Papa se unir a esta comemoração especial, encerrando-a, depois de dois dias de celebrações.

O MEJ surgiu como uma secção do Apostolado da Oração em 1915 e adotou o nome atual em 1962.

O evento comemorativo começou às 18h00, quando o P. Frédéric Fornos, SJ, e a sua equipa internacional (com o apoio do MEJ Itália) congregaram todos os jovens, monitores e animadores do MEJ na Capela da Universidade de Roma La Sapienza. Às 18h30m teve lugar a abertura oficial. O Diretor Internacional recordou a experiência dos discípulos de Emaús, os quais, escutando a Palavra de Deus, reconheceram o Ressuscitado na fração do pão e correram a anunciar a alegria da vida nova com Jesus. Recordou, além disso, que este caminho eucarístico proposto pelo MEJ abre um caminho de vida.

Às 20h00, depois de os jovens vindos de todo o mundo terem partilhado uma ceia, teve lugar um Festival de Culturas. O P. Frédéric Fornos, SJ, e a Irmã Lourdes Varguez, RJM, deram as boas vindas às diversas delegações presentes. Houve animação musical por parte do Conjunto Musical do MEJ, com canções e espetáculos em diversos idiomas, e atividades de integração entre os jovens. Delegações de vários países fizeram breves apresentações, num ambiente de alegria.

A troca dos laços “Unidos no Teu amor” foi um momento muito especial de integração, de partilha e para recordar os que não puderam estar presentes. As saudações finais do P. Frédéric Fornos, S.J., e da Irmã Lourdes Varguez, RJM, tiveram lugar já depois das 22h30m.

Resumo do Diretor Internacional da Rede Mundial de Oração do Papa

O P. Frédéric Fornos, SJ, salientou que, para além da fundação do Apostolado da Oração em 1844 – nas suas palavras, “um acontecimento da nossa história” – o que se celebrou durante estes dois dias foi o presente como Rede Mundial de Oração do Papa, atualmente uma obra pontifícia, passados 175 anos da sua fundação e 10 anos da sua refundação. “O nosso aniversário leva-nos a agradecer ao Senhor a sua fidelidade, a olhar o modo como Ele atuou e atua ontem e hoje, e a abrirmo-nos ainda mais à sua missão de compaixão pelo mundo”.

Sobre a Rede Mundial de Oração do Papa

A Rede Mundial de Oração do Papa é uma obra pontifícia cuja missão é mobilizar os católicos para a oração e a ação, face aos desafios da humanidade e da missão da Igreja. Estes desafios apresentam-se sob a forma de intenções de oração confiadas pelo Papa a toda a Igreja. A sua missão inscreve-se na dinâmica do Coração de Jesus, uma missão de compaixão pelo mundo. Foi fundada em 1844 como Apostolado da Oração. Está presente em 98 países e integram-na mais de 35 milhões de católicos. Tem uma secção juvenil, o MEJ – Movimento Eucarístico Juvenil. Em março de 2018, o Papa constituiu este serviço eclesial como obra pontifícia e aprovou os seus novos estatutos. O seu Diretor Internacional é o P. Frédéric Fornos, SJ. Mais informação em: https://www.popesprayer.va/pt-pt/