O Apostolado da Oração, hoje configurado como Rede Mundial de Oração do Papa, oferece duas modalidades de participação: uma forma “aberta” e outra de “pertença e compromisso”, considerando a Eucaristia como modelo de doação e disponibilidade, para viver ao estilo de Jesus.

  1. A modalidade de participação aberta, acessível a todo o batizado, consiste em assumir como parte da sua oração diária a Deus, podendo fazê-lo ao celebrar a Eucaristia, a prece pelas Intenções de Oração do Papa. Aos que assumem esta modalidade, de forma especial, pede-se que, nas primeiras sextas-feiras de cada mês, se integrem na Rede Mundial de Oração do Papa, tendo particularmente presentes as intenções do Santo Padre. Esse dia será considerado “Dia mensal de oração pelas intenções do Papa”. Esta modalidade pode ser assumida espontaneamente por pessoas, grupos ou movimentos.
  2. A modalidade de pertença e compromisso requer uma intervenção mais ativa, sendo necessário estabelecer um vínculo com o centro responsável da Rede Mundial de Oração do Papa no país, ou na região, habitualmente chamado Direção Nacional. Este vínculo pode concretizar-se participando nas atividades propostas pela Direção Nacional (iniciativas de formação, encontros nacionais, jornadas de oração, etc.) e mantendo-se informado por meio das redes sociais. Esta pertença e compromisso podem ser vividos pessoalmente ou, também, em grupo ou comunidade. Pode, inclusivamente, assumir a forma duma consagração pessoal.

2.1. Pessoalmente, a modalidade de pertença e compromisso exige assumir como parte da vida quotidiana três momentos de oração ao Senhor Jesus: um de manhã, com a oração de oferecimento, outro durante o dia e outro à noite, podendo um deles dar-se na celebração eucarística. O essencial, através deste ritmo diário de oração, é consolidar a amizade íntima com o Senhor e encontrar a maneira pessoal de colaborar com a missão da Igreja, no horizonte dos desafios recolhidos pelas Intenções da Oração que o Papa nos confia. Esta oração e disponibilidade apostólica está sempre unida a Maria, Rainha dos Apóstolos.

2.2. Em grupo ou comunidade, a modalidade de pertença e compromisso pode concretizar-se por meio de alguma destas três opções:

– As paróquias, as comunidades cristãs e os diversos grupos podem manifestar o seu compromisso com a Rede Mundial de Oração do Papa reunindo-se especificamente para rezar pelas intenções do Papa e, em particular, assumindo as primeiras sextas-feiras do mês como dia destinado a este fim. Informar-se-á a Direção Nacional do seu compromisso para que haja consciência e integração real com a rede.

– As comunidades da Rede Mundial de Oração do Papa constituídas para este fim em paróquias, colégios e outros espaços. Estas comunidades não se limitam a orar e a assumir uma atitude interior de disponibilidade para colaborar com a missão da Igreja, mas mobilizam-se, buscando o modo de se colocarem ao serviço dos desafios da humanidade e das necessidades da Igreja. As pessoas que integram estas comunidades comprometem-se, pessoalmente e em grupo, a viver o itinerário das suas vidas segundo a espiritualidade do Coração de Jesus. Apoiarão, igualmente, o nosso ramo juvenil, o Movimento Eucarístico Juvenil, onde ele existir, ou a pastoral juvenil (paróquia ou colégio, etc.).

– Os grupos do Apostolado da Oração, nascidos da nossa tradição espiritual e presentes nas paróquias, são também outra forma comunitária de compromisso com a Rede Mundial de Oração do Papa. Têm uma estrutura diocesana e contam com as suas instruções ou regulamento interno. Poderão apoiar-se nestas orientações, na medida em que considerem que os ajudam a organizar-se, e são convidados a integrar-se no processo de “Recriação”.

2.3. A consagração pessoal, ou “aliança” com Jesus, é para os que experimentam ser chamados a viver mais estreitamente unidos ao Coração de Jesus e desejam formalizar a sua entrega pessoal, compromisso e serviço neste sentido. A consagração faz dos que a professam “apóstolos da oração” e por ela assumem o compromisso de estar disponíveis para o serviço das comunidades da Rede Mundial de Oração do Papa e do Movimento Eucarístico Juvenil, na missão da Igreja local. A consagração, ou aliança com Jesus, realizar-se-á seguindo as orientações da Direção Nacional e em coordenação com a Direção Internacional.