A família tem que ser protegida.

São muitos os perigos enfrentados por ela: o ritmo de vida, o stress…

Às vezes, os pais esquecem-se de brincar com os filhos.

A Igreja tem que animar e estar ao lado das famílias, ajudando-as a descobrir caminhos que lhes permitam superar todas estas dificuldades.

Rezemos para que as famílias no mundo de hoje sejam acompanhadas com amor, respeito e conselho. E, de modo especial, que sejam protegidas pelos Estados.

Comunicado de imprensa – Comentários intenções 2020